Reunião do Conselho Estadual de Monumentos Geológicos discute a preservação de sítios geológicos

Reunião do CoMGeo na sala do CONSEMA (SMA)
Reunião do CoMGeo na sala do CONSEMA (SMA)

No dia 15 de maio de 2013 foi realizada a 9ª reunião do CoMGeo-SP (Conselho Estadual de Monumentos Geológicos) na sala do CONSEMA, na sede da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SMA). Presidida pelo Diretor Geral do Instituto Geológico, Ricardo Vedovello, a reunião teve como foco principal o desenvolvimento de estratégias de preservação de alguns geossítios paulistas.

A pesquisadora Rosangela do Amaral, do Instituto Geológico (IG), apresentou a candidatura do geossítio Morro do Diabo, localizado no Parque Estadual do Morro do Diabo, município de Teodoro Sampaio. A proposta tem como autores, além da expositora, o geólogo Luiz Alberto Fernandes, professor da Universidade Federal do Paraná, o geógrafo Rogério Rodrigues Ribeiro e o engenheiro florestal Helder de Faria, pesquisador do Instituto Florestal. Após elaboração de descrição detalhada do geossítio, o Morro do Diabo poderá ser elevado à categoria de Monumento Geológico do estado de São Paulo, tendo em vista suas características geológicas e geomorfológicas únicas.

A paleontóloga do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Irma Tie Yamamoto, apresentou diagnóstico do geossítio Icnofósseis da Usina Porto Primavera. A paleontóloga fez algumas recomendações para preservação das pegadas, incluindo sugestão de remoção de parte do material para o Museu de Memória Regional da CESP.

Outro local que precisa de preservação, as Estruturas da Lavra de Ouro da região de Guarulhos, foi apresentado pela geóloga Annabel Pérez-Aguilar, representante do Grupo de Trabalho do Geoparque Ciclo do Ouro. Tais estruturas encontram-se ameaçadas pela construção de vias de transportes e pela pressão urbana na região. O Conselho discutiu possibilidades para a preservação das estruturas.